E-mail

contatososnoticia@gmail.com

WhatsApp

62 992250155

Nelsinho
Crônica-notícia

WhatsApp usado para multar motoristas infratores

SOROCABA-SP, criou ferramenta Virtual, em parceria com as Polícias Civil e Militar, Guarda Municipal, MP, Judiciário e empresa municipal

Mundo sem noção

Mundo sem noçãoTudo sobre as coisas sem noção da nossa realidade.

15/12/2018 21h57
Por: Cláudio Bertode
354

O motorista “esperto” olha para os dois lados, não vê guardas por perto, nem polícia, avista a vaga destinada aos portadores de necessidades especiais vazia. Ah, é rapidinho. Folgadamente e num piscar de olhos já está na vaga. Foi perfeito, agora é só fazer o que tem que fazer. Bobo de quem não teve a ideia. Infelizmente, esta cena e outras até perigosas se repetem o tempo todo em todas as cidades do Brasil.

 Aos poucos vamos nos confirmando como a nação das pequenas e grandes infrações no trânsito como falar ao celular, jogar lixo pela janela do carro, parar em cima da faixa de pedestres, não respeitar os limites de velocidade das placas, estacionar em cima das calçadas, parar em fila dupla, passar em alta velocidade nas poças e molhar os pedestres, não parar na faixa de pedestre, estacionar em locais proibidos. Assim seguimos, na contramão da cidadania.

Agora o que o motorista do nosso exemplo acima não sabe é que se esse ato fosse praticado na cidade de Sorocaba, interior de São Paulo, provavelmente, ele daí uns dias receberia no conforto de sua casa, uma notificação do departamento de trânsito. Sim, em Sorocaba, o juiz 1.ª Vara Criminal do Fórum local, Jayme Walmer de Freitas, sugeriu a criação e o uso de um aplicativo contra infrações de trânsito. O juiz vê a medida como forma de reduzir os abusos de motoristas. Ele propôs e a prefeitura criou a chamada Ferramenta Virtual contra Infrações de Trânsito, que funciona em parceria com as Polícias Civil e Militar, Guarda Municipal, Ministério Público, Poder Judiciário e a empresa de trânsito.

Conforme as regras estabelecidas, basta que qualquer cidadão registre a infração com o celular e use o aplicativo para enviar para a Urbes fotos, vídeo, áudio ou texto, informando data, horário e local da infração. Para que a denúncia se converta em multa, os agentes precisam confirmar se a infração existiu, mobilizando equipes que estão na rua, as polícias ou analisando imagens de câmeras.

Imagina se essa moda pega no interior de Goiás? Vai faltar papel para imprimir tanta multa.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.